Fintechs saem na frente e socorrem MEIs com microcrédito – OMES
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
MEIs

Ser pequeno empresário no Brasil não é fácil, ainda mais quando o país é assolado por uma crise financeira de caráter mundial.

PUBLICIDADE

Em recente pesquisa do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas – Sebrae, foi constatado que 60% dos pequenos empresários não obtiveram sucesso ao solicitar o empréstimo emergencial.

A principal justificativa para a recusa foi a burocracia, as instituições financeiras tradicionais são demasiadamente burocráticas e lentas, mesmo quando o crédito pretendido enseja caráter de urgência.

Dessa forma, sem crédito – alguns MEIs, tiveram que fechar suas portas, contudo, esse cenário poderá mudar. Quer saber como? Leia o artigo até o final e descubra a revolução na forma de solicitar crédito – empréstimo, para MEIs.

Vamos lá!

PUBLICIDADE

Sobre o recurso do Governo Federal para as pequenas e médias empresas

Na data de 30/06 a Câmara dos Deputados Federal apresentou seu parecer sobre a medida provisória que garante uma linha de crédito emergencial para as pequenas e médias empresas. O texto traz uma linha de crédito de R$ 34 bilhões para garantir o pagamento dos salários em empresas com receita anual entre R$ 360 mil e R$ 50 milhões.

A medida instituiu um Programa Emergencial de Suporte a Empregos. A garantia de emprego – ao trabalhador, quando da concessão do crédito, é de até 2 meses.

A liberação do valor é de até R$ 2.090,00 (valor equivalente a duas vezes o salário-mínimo por empregado), e serão destinadas ao pagamento em folhas desses empregados.

PUBLICIDADE

Sobre o empréstimo para MEIs

É uma linha de crédito financeiro disponibilizada exclusivamente para os pequenos empreendedores que desejam saldar dívidas ou investir em seu negócio. Dessa forma, o microcrédito – como também é chamado, poderá ser acessado pelos Microempreendedores Individuais regularizados e ativos.

Assim, apesar do nome microcrédito podemos dizer que ele se equipara a um tipo de empréstimo de menor valor destinado a:

Microempreendedor Individual – MEI  

O Microcrédito é uma forma simplificada e as taxas de operação são de baixo valor tornando-o uma excelente opção para a captação de recursos por terceiros.

Desse modo, além das instituições financeiras tradicionais, hoje, uma alternativa viável, fácil e mais eficiente para pequenos negócios, é acessar o serviço por meio de uma fintechs – empresa startups do setor financeiro.

PUBLICIDADE

Sobre o microcrédito – empréstimo por meio das Fintechs

Com a chegada das fitechs o brasileiro passou a ter mais opções na hora de buscar crédito no mercado financeiro.

Diferentes das instituições financeiras tradicionais, as fitechs prometem desburocratizar e facilitar os serviços financeiros. Dessa forma, tem ocupado cada vez mais espaço no mercado financeiro e avançam atendendo as necessidades dos clientes.

Prova dessa agilidade e facilidade foi o relato histórico da MEI Sra. Valéria Oliveira, por exemplo, obteve sucesso ao solicitar em empréstimo em uma dessas fintechs. Há cerca de oito anos no mercado financeiro e com o seu registro ativo, tem em média o faturamento de R$ 3 mil por mês, com a chegada da crise financeira seu faturamento tem caído pela metade com a pandemia.

Assim, recorreu aos bancos tradicionais para contrair empréstimo, contudo, não obteve êxito, desse modo, buscou junto a uma fintech e teve o valor concedido. A empresa em parceria com a escola de empreendedorismo da periferia criou um fundo para auxiliar os pequenos empresários nesse momento.

PUBLICIDADE

Ademais, com o valor de R$1,3 mil de empréstimo concedido pela fintech, a Valeria reestruturou seu negócio e hoje tem um site para atender seus clientes.

Quais as vantagens do microcrédito ofertados pelas Fintechs?

MEIs

A primeira delas é a redução das taxas e tarifas, como os bancos digitais já utilizam serviços 100% online, esse tipo de tarifação já é reduzido pela própria essência do negócio.

Dessa forma, os valores liberados para a concessão de crédito é de até R$ 3 mil, isso com uma taxa de juros de até 1% ao mês e o parcelamento pode chegar até 20 meses e com carência de 4 meses para o pagamento da primeira parcela.

PUBLICIDADE

Quais as Fintechs liberam crédito para MEIs?

Nexoos

A Nexoos é uma empresa no ramo de bancos digitais que oferta crédito para microempresas. Os recursos são para capital de giro, expandir a empresa, colocar em prática estratégias comerciais ou quitar dívidas.

Todo o processo é feito online, por meio de sua plataforma, isso desde a solicitação do crédito até a assinatura do contrato e o pagamento das parcelas.

Finpass

A Finpass é outro banco digital que oferta crédito financeiro especialmente para o pequeno e médio empresário. 100% online, todo o seu processo é feito por meio de sua plataforma.

A partir do cadastro a fintech faz um cruzamento dos dados e busca as melhores oportunidades de empréstimo.

Bizcapital

PUBLICIDADE

Na Bizcapital é preciso preencher um formulário como todos os dados da empresa. Em seguida, aguardar a solicitação junto a empresa. Sendo aprovado, será enviada proposta de empréstimo por e-mail.

Se o empresário aceitar a proposta, contrato é assinado online.

Gostou do artigo? Compartilha em suas redes sociais, com seus amigos e familiares.

Depois vai lá e solicita seu empréstimo.

Write A Comment

4 × três =